Evangelho DominicalVersículos Bíblicos
 
 
 
 
 

396. Meu verbo favorito

Ler do Início
19.06.2024 | 1 minutos de leitura
Pe. Eduardo César Rodrigues Calil
Poesia
396. Meu verbo favorito
Haver. 
A-ver. 
Ver o que há,
Porque há. 
O porquê, a-ver,
Mesmo que não haja
Razão nem porquês, 
Haverá de se o inventar. 
E ainda que não haja,
Aja,
Na borda do há;
O limite que aponta o fora
— o que existe e não foi achado.
O que não existe 
E não pode ser escrito:
O au-delà do há. 
O au-delà da palavra, 
Que depois de gasta, 
Não há.