Versículos BíblicosEvangelho Dominical
 
 
 
 
 

217. Guerra

Ler do Início
14.09.2021 | 1 minutos de leitura
Pe. Eduardo César Rodrigues Calil
Poesia
217. Guerra
Depois da noite da guerra 
Deflagrada
Na palavra, 
Na loucura dos extremos,
Vieram as palavras-guerra. 
Bombardearam 
A porta 
Do nosso jardim secreto.
E a palavra-fantasma
Que replicamos 
No lago escuro, 
O que trazemos na mão, 
Cortou nossas carnes,
Carregando-nos para 
Dentro do caos. 
Depois da noite,
A noite de novo. 
Sem dia, sem sol, 
O jardim despedaçado. 
Trazemos agora, mais perto,
O lago escuro
E queremos atravessá-lo...
Puxar de lá de dentro 
O amor 
Que se afogou.

PUBLICIDADE
  •  
  •  
  •  
  •