Versículos BíblicosEvangelho Dominical
 
 
 
 
 

201. Cachoeira

Ler do Início
05.05.2021 | 1 minutos de leitura
Pe. Eduardo César Rodrigues Calil
Poesia
201. Cachoeira
Estamos entardecidos.
Com mais memórias
Que futuro.
Com mais passado
Que abertura.
É por entre fendas
Que poderemos  
Continuar.
Seremos espremidos.
Mas nosso coração
Pulsante,
Largo como um rio,
Ainda pode escoar
Entre frestas.
Só o amor pode
Abrir o amanhã
Na pedra.
Derramar-se cachoeira,
Depois de represamentos.
A memória reinventada
jorra presenças,
Como água viva da
Fonte.
Uma queda d’água
É sempre uma
Promessa.

PUBLICIDADE
  •  
  •  
  •  
  •