Versículos BíblicosEvangelho Dominical
 
 
 
 
 

212. clara

Ler do Início
11.08.2021 | 1 minutos de leitura
Pe. Eduardo César Rodrigues Calil
Poesia
212. clara
três ovos sobre o muro, 
a fim de que o tempo clareie 
e não chova.

a beleza e a jovialidade acendendo a chama dos olhos, 
o óleo da lamparina, do poverello, 
de quem não se cansam de arrancar o lobo.

dama das damas pobres, 
clareando o mundo com seus passos obstinados, 
atrás de quem?

um cristo-pão no peito, 
fome e alimento num coração 
que não é feito do ouro dos ostensórios.
clara, de assis e do mundo que sangra.

Fotógrafo - lamparina, tempo, peito, olhos, fome, alimento, mundo, clara, coração, ostensórios