Evangelho DominicalVersículos Bíblicos
 
 
 
 
 

133. Entremeios

Ler do Início
29.11.2019 | 1 minutos de leitura
Pe. Eduardo César Rodrigues Calil
Poesia
133. Entremeios

Entre fotos de corpos 


Desenhados, 


Celebra-se uma doce
Ilusão. 

E um, dois corpos 


Descem ao chão... 


Três mil, cinco, um milhão. 

Entre vidas que gozam 


No retrato, 


Há um matema inegável 

O real e irrecusável contrato: 

A morte tem apetites. 

Não deve haver
um Deus. 


Mas só um Deus 


Nos poderia salvar.








PUBLICIDADE
  •  
  •  
  •  
  •