Versículos BíblicosEvangelho Dominical
 
 
 
 
 

15. O sonho de Zeca

Ler do Início
08.02.2014 | 2 minutos de leitura
Fique Firme
Para Meditar
15. 	O sonho de Zeca

Zeca era um desses garotos trapalhões que não sossegam um minuto. Ia e vinha o dia inteiro e, por onde passava, deixava todo mundo de cabelo em pé. O menino era mesmo difícil, a ponto de sua mãe perder a paciência. A pobre mulher já havia tentado de tudo para consertar o menino. Mas, nada. Ele continuava o mesmo.


Um dia, sua mãe explodiu de raiva e gritou bem na sua cara: “Zeca, menino perdido! Eu não aguento mais! De hoje em diante eu te entrego para Deus. Tudo o que você fizer, Deus vai vigiar. E, se você fizer arte, peço a Deus que mande um castigo do céu”.


Quando chegou a noite, Zeca foi dormir preocupado. Ele estava meio com medo de Deus e pensava: “Será que Deus está com raiva de mim? Será que vai me castigar?” Triste com tantos pensamentos, adormeceu. Mas, no meio da noite, Zeca teve um sonho. Sonhou que Deus veio do céu e sentou-se aos pés de sua cama. Deu um sorriso bem grande e lhe disse:


- Zeca, seu bobinho, pode dormir sossegado, que eu gosto muito de você. Eu sou o Deus–amor e não fico com raiva de ninguém. Não vou te castigar, nem ficar vigiando. Você já está bem grandinho e sabe que deve fazer as coisas certas.


No dia seguinte, o garoto acordou feliz. Havia percebido o quanto Deus o amava. E – coisa engraçada! – nunca mais sentiu vontade de fazer tanta arte.







Para meditar anterior:    14. O enterro da Igreja

Próximo para meditar:    16. Briga de rua