Versículos BíblicosEvangelho Dominical
 
 
 
 
 

45. Amor subversivo

Ler do Início
04.12.2017 | 1 minutos de leitura
Fique Firme
Poesia
45. Amor subversivo

Ah, quem dera a vida fosse outra,
Sem muros ou cercas,
Sem guardiões e descabidos horários.
Sem frias regras e olhares condenatórios.
Ah, quem dera a vida fosse outra!
Não desgrudaria de você
Seríamos café partilhado, almoço servido e jantar rendido.
Seríamos olhar demorado e abraço apertado.
Mas, como a vida é essa, te amo assim:
Além dos muros,
Mais forte que as cercas,
Driblando os guardiões
E desobedecendo aos horários.
Só para ao teu lado, ainda que por alguns instantes,
acreditar que é possível um amor
que faz o coração da gente bater mais forte.







Poesia anterior:    44.Fim do dia 

Próxima poesia:    46. Quando você chega
PUBLICIDADE
  •  
  •  
  •  
  •